Meditação na Educação

Introdução

Segundo estudos a meditação é um ato de contemplação e concentração.  Outros estudos comprovam também que a meditação é tão antiga quanto a humanidade, e é geralmente relacionada as religiões orientais, com budismo. Porém mesmo relacionado a religião a prática pode ser feita por quem não pratica essas religiões relacionadas.  A palavra meditação vem do latim meditare, e tem como principal característica se desligar do mundo exterior, dos seus problemas, e ter total concentração na pratica, ela requer bastante atenção, tranquilidade e que você tente manter o máximo sua cabeça “vazia”, pensando apenas na prática que está sendo exercida.  A meditação afeta regiões cerebrais ligadas principalmente a redução de estresse e a memória também. A prática tenta se focar em um único objeto, como um mantra.

 A medição como dita a cima tem um grande efeito de diminuir o estresse, se for praticada regularmente, em torno de 30 minutos ao dia, os resultados começam a surtirem. Uma das principais razões pra meditação ser implantada na grade escolar é exatamente essa, o poder da diminuição de estresse, um problema muito significativo que atingem a vários jovens em fase de crescimento, principalmente a partir do ensino médio que as cobranças são bem maiores e o vestibular está mais perto.

Outro fator muito importante para meditação ser implantada na grade escolar para jovens é que dessa maneira, os jovens tem um tempo para se acalmar tentarem esquecer os problemas, esvaziarem a mente e olharem para dentro de si, ter um contato com seu corpo e principalmente sua mente. A meditação é um tempo que temos para relaxar e botarmos as coisas da nossa cabeça em ordem, para que depois da li, tenhamos paciência, calma, serenidade. Essas são uma das vantagens que a meditação oferece, sendo por isso ótima para jovens.

A autodisciplina também é uma das características da meditação, e em minha opinião a mais importante relacionando aos jovens. Com a prática regular da meditação podemos observar que os jovens além de mais calmos, serenos, tranquilos, pacientes, estes que praticam a meditação são mais disciplinados. Por isso devemos introduzir a meditação na grade escolar, pois disciplina é um fator muito importante para jovens estudantes, e com a prática regular podemos obter esse benefício.

Estudos comprovam que a meditação ajuda a combater além do estresse, como já vimos, à ansiedade também. O que é de grande importância aos jovens, pois a ansiedade é uma grande aliada contra, provas, trabalhos e etc.

 

 

         Conclusão: Então como podemos concluir ao decorrer do texto a meditação é uma prática que faz muito bem a saúde, tanto mental, como física, se praticada com regularidade, só irá te trazer benefícios mentais, principalmente aos jovens, pois é uma fase muito complicada, quando estamos confusos, ansiosos, estressados e mais. Com a meditação iriamos dissolver, ou ao menos diminuir a quantidade de problemas pessoais, pois com a meditação temos um momento de paz, tranquilidade, o que praticamos em 30 minutos, pode nos render um dia interino de paz, serenidade e coisas boas.

 

Bibliografia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Medita%C3%A7%C3%A3o

http://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/11971-controle-a-ansiedade-fazendo-meditacao

http://meditacaonaeducacao.com.br/

http://www.variedades1.com/2012/02/o-poder-da-meditacao.html

 

Colégio Pedro II – Unidade Humaitá II

Nome: Thainá Gonçalves Camacho – N: 30 – T: 1201