Aqui você vai encontrar o relato de como foi a experiência de meditar em horário escolar. Esses alunos são do Ensimo Médio, primeiro e segundo anos. Têm em média 15 anos. Praticamos uma vez por semana, ao longo de dezoito semanas durante o ano letivo com uma interrupção de quatro semanas. Duas em Julho, por conta das férias escolares e duas em Agosto, em virtude do recesso sugerido pela Secretaria de Saúde por conta do risco da epidemia de gripe suína naquele ano de 2009 no Rio de Janeiro, RJ.

1. Descobri que tenho uma grande dificuldade de concentração mas que existe em mim o foco, a atenção. As aulas de meditação me ajudaram nesse processo, entre outros.

2. No início do ano eu só queria fazer alguma atividade para poder passar. Agora é para que eu pense sobre eu mesmo e avaliar a minha vida e etc.

3. É uma experiência diferente da que eu esperava que fosse.

4. Minhas experiências foram maiores que minhas expectativas. Sinceramente, no começo, não achei que fosse mudar muita coisa, mas descobri que meditar me faz tomar as decisões com mais calma.

5. No início do ano, eu não tinha em mente o quanto seria bom estar em grupo, cada vez mentalizando algo diferente e que lhe traga boas energias

6. Esperava muito, e recebi muito mais. Excedeu as expectativas!

7. Eu esperava obter algum benefício, mas não achei que iria me ajudar tanto como está ajudando, me mantendo mais calma relaxada e menos ansiosa.

8. A meditação proporcionou mais serenidade.

9.As minhas expectativas foram alcançadas, fui beneficiada aprendendo a meditar e me concentrando.

10. As aulas me ensinaram a me concentrar, hoje em dia medito sempre que posso.

11. No começo do ano, escolhi meditar, pois não tinha horário vago para outras atividades como vôlei (que faça esforço físico) e que eu gosto mais. Entretanto com o passar do tempo ao fazer aulas descobri que esse momento para meditar, relaxar, foi importante para mim e me fez bem.

12. Eu imaginava que meditar era deitar ou sentar esquecer tudo e se concentrar em você mesmo, mas eu vi que é bem mais, porque há uma intensa troca de energias e ótimas sensações.

13. Infelizmente não alcançamos uma meditação muito profunda, o estado meditativo foi um tanto quanto superficial.

14. Meditação é, entre outras coisas, um processo de autoconhecimento. Uma forma de aliviar os stress do dia-a-dia

15. Meditar para mim é colocar a sua mente em um estado de transe para harmonizar o espírito nas vivências do dia-a-dia. No começo eu estava fazendo voley em outro horário o que eu gostava muito, mas quando fiz minha primeira meditação, me senti bastante satisfeito com as aulas apesar de o horário me beneficiar também.

16. Meditar é conhecer seu interior. Espero conseguir maior concentração para a vida.

17. No início do ano eu pensava na meditação como uma alternativa para não precisar praticar esportes, pois nunca fui lá de grandes exercícios físicos, porém se mostrou muito mais que isso me ajudando a relaxar e a refletir.

18. Não esperava chegar tão longe nesse processo de autoconhecimento. Consegui transpor barreiras espirituais que não imaginava ser capaz. Superei muito minhas expectativas.

19. Minhas experiências complementaram as expectativas que tive no início do ano porque eu não esperava visualizar tantas coisas.

20. Acho que a experiência foi bem melhor que a expectativa, porque na verdade essa coisa da obrigação da Ed. Física não me deu muito ânimo no começo. Depois eu aproveitei de verdade meditar.

21. As aulas superaram minhas expectativas.

22. Elas corresponderam minhas expectativas esperava relaxar e cumpri isso.

23. Entrar em conexão consigo mesmo. Conseguir se concentrar e ao mesmo tempo seguir os passos comandados com a professora. Sim, na questão da calmaria achei que não mudaria muita coisa, mas mudei de opinião.

24. Não me lembro bem das minhas expectativas, mas como disse acima, me trouxe benefícios no ato de respirar e de me concentrar.

25. Creio consegui o que queria, de certo modo. Um tempo de descansar a cabeça dos problemas e adentrar num mundo novo.

26.  Minhas experiências foram interessantes e surpreendentes, apesar de ter imaginado algo completamente diferente no início do ano.

27. No início achei que seria chato, mas pelo contrário foi agradável e prazeroso. Consegui tirar proveito da atividade.

28. Bom, eu não tive muitas experiências, pois em várias vezes eu me desconcentrei, mas pelo menos, as que eu tive superaram todas as expectativas do início do ano.

29. Meditar é um relaxamento do corpo, foi muito bom pra mim pois estou sempre muito estressada com as obrigações da escola. Você acaba conhecendo melhor seu corpo e solta sua imaginação.

30.  Foi além das minhas expectativas, pois achei que talvez nunca conseguisse me concentrar e atingir a meditação, de fato.

31. Eu não pensava que seria tão útil no dia a dia, como acabou se mostrando, como por exemplo, em exames médicos, onde deve-se ficar parado por um longo tempo, onde a meditação virou amiga da paciência

32. Quando resolvi começar as aulas de meditação imaginei que não is conseguir fazer certo, ou talvez achasse chato por ser parado. Surpreendi-me ao conseguir meditar na primeira aula e começar a adorar a atividade, que me trouxe muitos benefícios como até a melhora de atenção e mais calma nas outras aulas e no dia-a-dia.

33. A melhor aula foi a primeira, que eu imaginei que eu nunca conseguiria realmente meditar, mas pelo contrário, eu me choquei com o quanto eu consegui me conhecer durante o processo.

34. Pensei que fosse como dormir. Sim. Quero ficar mais calma, relaxada. Pensava que meditar e dormir fossem a mesma coisa, mas não é. Eu vi que meditar requer sim relaxamento, mas não o desligamento total da mente. Eu, constantemente, ficava concentrada na guia da professora.