“Ele era o tipo de criança que sentava no final da sala, que não fazia os deveres e que não se importava e era pré silábico, não reconhecia nem vogal. Nossa, fico até arrepiada, você acredita que ele depois das meditações ele é outra pessoa! Ele faz questão de sentar na frente, me pertuba pra eu ensinar como é o dever e faz todos os deveres de casa!!!!! Cláudia estou em êxtase!!!!!.”