RELATOS DA mle® EM SALA DE AULA Supervisão da aplicação 1º Segmento Ensino Fundamental

Esta conversa contém respostas, possui 2 pessoas e foi atualizada pela última vez por Claudiah Claudiah 1 ano, 6 meses atrás.

  • Autor
    Posts
  • #1786
    Claudiah
    Claudiah
    Mestre

    Professores do Ensino Fundamental primeiro segmento, coloque suas dúvidas, inseguranças, ganhos, novidades e sucessos!

  • #1875

    Roberta
    Participante

    Olá, boa tarde
    Como alguns já sabem sou professora regente do quarto ano do ensino fundamental e desde que iniciei a aplicação da técnica só tenho colhido frutos maravilhosos! Minha turma está mais tranquila e companheira. Mas essa história vocês já conhecem, hoje vou contar outras experiências. Um dia desses a diretora pediu que eu liberasse a minha turma e ficasse com o quinto ano, pois a professora se ausentou alguns dias. Eu aceitei e vi a oportunidade de aplicar a técnica em uma outra turma. Foi maravilhoso, os alunos ficaram encantados e agora pedem para meditar, combinei com a professora deles de toda sexta-feira meditá-los. Eu ainda me impressiono com o resultado da técnica, as crianças amam. Teve uma aluna do quinto ano que a primeira vez que fiz ela não estava presente, na segunda ela não quis participar, mas ficou na sala de aula, porém na terceira vez ela participou e quando perguntei o que ela havia sentido, ela disse: AMOR. Ela é aquela criança “problema”, agitada, fala muitos palavrões, está sempre envolvida em brigas. Ela simplesmente me olhou e disse: AMOR. Com essa turma não poderei perceber os avanços como percebo com a minha turma, entretanto tenho certeza que está fazendo muito bem para elas.
    Eu sou abusada mesmo, aplico a técnica quando tenho oportunidade, pois vejo como ela faz bem! Essa semana fiquei com a minha turma e com a turma do terceiro ano, pois eu e a professora do terceiro ano precisamos faltar dois dias na semana e combinamos com a diretora que uma ficaria com a turma da outra. Lógico, não perdi a oportunidade e apliquei a técnica no terceiro ano, quarenta crianças na sala de aula, mas fluiu tão bem que eu nem acreditei. No final todos gostaram e alguns alunos do terceiro vieram falar comigo o quanto tinham gostado. Realmente a técnica não tem idade. O Vinícius (residente) ficou com medo de aplicar a técnica por achar que as crianças são pequenas, mas espero ainda convencê-lo.
    Depois do seminário tenho meditado todos os dias, quando acordo e quando vou dormir. As palavras da Ana Paula não saíram da minha cabeça: “Se eu acordo atrasada e eu tenho que escolher em tomar banho e meditar, eu medito”. Ela estava certa, hoje a meditação está na frente, por isso que não perco uma oportunidade de meditar meus alunos e os alunos dos outros professores.

  • #1904
    Claudiah
    Claudiah
    Mestre

    Querida Roberta, parabéns pela sua ousadia. Obrigada pela sua postagem! Ousar Amar parece que o que estamos precisando e quando somos professores isso é quase uma exigência. Continuamos com o grupo de pesquisa e quando quiser as portas e nosso corações estão abertos à você! Grande e carinhoso abraço.

Você deve fazer login para responder a esta conversa.